Literatura

Resenha: “Ink Madness” – Matheus Ferreira de Jesus

A publicação de Ink Madness inicialmente se deu através de um projeto de financiamento coletivo no Catarse. Naquele momento eu não pude contribuir, mas confesso que era um dos exemplares da Editora Diário Macabro que mais estava ansiosa, principalmente por trazer uma referência explícita logo no título a H.P. Lovecraft.

Assim que tive a oportunidade de requisitá-lo na parceria com a editora, não pensei duas vezes. Escolhi ele e não me arrependo. Mesmo que tenha sido uma leitura relativamente rápida que fiz na semana passada, ainda consigo imaginar perfeitamente as artes e páginas só de fechar os olhos, e é aí que se encontra toda a beleza da HQ: ela não é esquecível.

Leia também: Toda a Noite é um Abismo

Reprodução: Biblioteca Pessoal

Título: Ink Madness
Arte e Roteiro: Matheus Ferreira de Jesus
Quantidade de páginas: 60
Editora Diário Macabro
Gênero:
 Ficção / Ficção Científica / Terror / Suspense e Mistério / HQ
Ano: 2020
Skoob: Clique Aqui
Compre essa semana com 40% de desconto: Editora Diário Macabro
Minha classificação: ★★★★★ (5/5)
* HQ cedida pela editora

Você está pronto para perder a sanidade?

Ink Madness é uma HQ que contém 40 histórias inspiradas em autores como H.P. Lovecraft, Robert Chambers, Isaac Asimov, Robert E. Howard e outros grandes nomes dos gêneros terror e ficção científica. A inspiração é clara e objetiva aos olhos dos leitores, mas isso em nada tira a magnitude do trabalho e criatividade de Matheus Ferreira de Jesus, roteirista e artista dessa HQ.

Com um traço marcante, característico e de nos deixar horas admirando-o, a arte consegue ser expressiva e maravilhosa à sua maneira. É incrível perceber que cada quadro, de cada página, combina perfeitamente com o teor sombrio e alucinante que o autor quer passar para nós e como também combina perfeitamente com as histórias adaptadas.

Por exemplo, há algumas páginas inspiradas em contos do Lovecraft, que inclusive eu já li, e isso para mim apenas aumentou a minha experiência com os contos, pois pude visualizar de forma ainda mais magnífica tudo aquilo que me veio à mente durante a leitura meses atrás do texto original. E por isso o trabalho do Matheus é tão impecável e surpreendente, pois nos leva para dentro das páginas e nos dá um gostinho visual de toda a insanidade, loucura e reflexões que tanto gostamos.

Reprodução: Biblioteca Pessoal

Um trabalho impecável que deve ser valorizado

Ainda falando um pouco mais sobre a questão da sanidade, o impacto que a HQ nos traz faz com que nós duvidemos de nossa mente, nossa sanidade e da grandeza e mistérios do universo, assim como os próprios autores homenageados. Não pense que por se assemelhar aos autores renomados a HQ perde o valor ou fica repetitiva, muito pelo contrário. Essa semelhança, essa ligação, só faz com que nós desejemos mais e mais páginas de arte do Matheus, estando prontos para passar horas entre as reflexões e grandezas das páginas.

Arrisco até em dizer que por ser tão bem adaptado o autor conseguiu trazer ainda mais vida as histórias originais, ainda mais brilho. E isso me deixou muito feliz, pois sou uma fã assumida de Lovecraft e ver suas obras tão lindamente transmitidas para o visual, ainda mais para uma HQ, fez com que eu gostasse ainda mais de seus contos.

Inclusive aproveito para deixar aqui a Fanpage no Facebook com as artes do Matheus. Por lá você pode acompanhar o trabalho dele e ficar por dentro das futuras novidades. Eu super recomendo que curtam a página e fiquem de olho nas publicações.

Reprodução: Biblioteca Pessoal

Uma HQ mais do que recomendada para fãs de terror e ficção científica

Essa HQ pode até ser uma leitura rápida e bem fluida, com poucos quadros narrativos, tendo seu principal elemento convidativo a própria arte, mas, mesmo assim, o que eu li nessas poucas páginas ficará guardado por um bom tempo em minha mente. Inclusive recomendo que leia cada página devagar, de forma que aprecia a arte e o que está sendo exposto através dela, pois assim você terá ainda mais contato com as páginas e degustará por mais tempo.

Sempre é bom ter o aspecto visual dos contos que me deixaram tão receosa e assustada, por isso ter o trabalho do autor em mãos é um grande prazer, pois está incrível! Cada arte, cada página, é intensa e visualmente perfeita para o que o autor quer passar. Há loucura, insanidade e poder. É assustador, claustrofóbico e gritante. Um prato cheio para mim e para os demais fãs do gênero e dos autores homenageados.

Que leitura maravilhosa! Uma pena que ao final fiquei com aquele gostinho de quero mais. Eu queria mais páginas, mais artes e mais loucuras! Queria muito mais do que as poucas páginas me entregaram, e se pudesse queria uma HQ enorme para saciar esse meu desejo e ansiedade por mais. Caso o Matheus esteja lendo essa resenha, fica aqui o meu pedido para um segundo volume.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Receba todas as nossas novidades:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *