Literatura

Resenha: “Fortaleza Digital” – Dan Brown

Fortaleza Digital. Autor: Dan Brown. Editora: Sextante. Ano: 2005 – Minha classificação: ★★★★

SOBRE O LIVRO
 A Agência de Segurança Nacional Norte-Americana tem como trabalho decifrar todos os códigos que lhe são dados, para isso contam com a ajuda dos melhores criptógrafos e de um computador denominado TRANSLTR, prevenindo assim ataques terroristas e guerras. Porém, algo está errado. Um código é encontrado pelo TRANSLTR, ficando preso e indecifrável durante 16 horas, acontecimento incomum até mesmo para esse super computador.
 Um homem chamado Ensei Tankado cria e divulga um código que afirma ser impossível de se decifrar, afirmando que somente ele e outra pessoa possuem a chave. Infelizmente, Tankado morre antes de dizer qualquer coisa sobre o paradeiro da chave ou de seu parceiro.
 Então Susan Fletcher, considerada uma das melhores criptografas do local, é contatada por seu superior sobre o ocorrido, e logo vai a fundo em sua investigação, usando toda a sua força de vontade para decifrar os mistérios que cercam esse código. Através dos acontecimentos, ela fica confusa e sem saber em quem pode realmente confiar.
 Enquanto Susan trabalha a fundo em seu escritório, sem ser comunicada, seu namorado David Becker é enviado para a Espanha atrás das chaves, exatamente para o local onde Tankado morreu e aonde supostamente seu parceiro se encontra. Sendo um professor, David não esperava que a corrida atrás de um anel fosse lhe causar tantos problemas.
 Fortaleza Digital trata-se de um mistério que gira em torno de uma ameaça feita a segurança nacional, colocando assim em risco todos os segredos da NSA. Com um suspense e ação de tirar o fôlego, o escritor nos leva a um mundo surpreendente da tecnologia e de códigos. Retratando também sobre a falta de privacidade dos americanos no meio tecnológico e sobre como isso é necessário no trabalho dessa segurança. Tendo como personagens principais o casal, cada personagem da história tem um ar misterioso, e você nunca saberá em quem realmente deve confiar. 
 A história se passa durante 24 horas, e a narração é dividida através dos acontecimentos de Susan e David.


MINHA OPINIÃO
 Sendo o primeiro livro que li do autor Dan Brown, foi através dele que virei uma admiradora de seu trabalho. O livro tem capítulos pequenos e leves, sendo assim fácil de se acompanhar, e uma leitura difícil de se parar. É bem viciante. No começo a história pode parecer meio confusa – que foi o que aconteceu comigo já que nunca tinha lido nada semelhante – mas não é nada que não se consiga entender. Logo se pega o ritmo e se entra na fascinante área de criptografia. E é quase impossível não se fascinar pelos códigos e por todo o trama. 
Se você ainda não teve a oportunidade de ler alguma obra desse autor, recomendo que comece por esse, assim como eu. Não é uma leitura difícil ou confusa. É uma ótima maneira de conhecer a escrita e o suspense que ele expõe em seus trabalhos. Eu adorei e recomendo muito!
 Agora me contem se já leram ou se pretendem ler.



Nos acompanhe no Facebook!

7 thoughts on “Resenha: “Fortaleza Digital” – Dan Brown”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *