Literatura

4 livros para começar a ler terror

Reprodução: Pessoal
Olá leitores!
Sei que há muitas pessoas que não leem nada que envolva terror, mas que tem vontade de se aventurar nesse gênero, e foi pensando nisso que trago esse post especial para vocês. Aproveitando o Outubro do Terror, decidi escolher quatro livros para indicar para quem quer começar a ler terror. Vale também para quem quer começar a ler obras dos respectivos autores, então, fica a dica.


Reprodução: Google

Contos de Imaginação e Mistério é uma antologia de contos do Edgar Allan Poe. O livro tem duas versões: uma mais barata, com 10 contos ao todo; e uma com um preço mais “salgado”, com 22 contos. As duas valem a pena, sendo ambas recheadas de imagens, cada uma representando um conto e mostrando a essência de cada história. São imagens lindas!
Edgar Allan Poe tem uma escrita que te conquista logo na primeira vez. O autor aborda em suas histórias um suspense que te prende e que te amedronta ao mesmo tempo. Uma ótima maneira de começar a se aventurar nos clássicos do gênero terror é lendo os contos do Poe. Além, é claro, de conhecer (e se apaixonar) pela escrita de um dos mestres desse gênero. 
Eu conheci a escrita do Poe através desse livro, e recomendo tanto para começar a ler suas obras quanto para colecionar a edição maior, que é maravilhosa. Já fiz resenha da versão reduzida, confira clicando aqui.

Reprodução: Google

O Médico e o Monstro é um clássico, tanto do terror como também da ficção científica. A obra conta a história de um cientista que consegue separar de sua pessoa todo o mal que havia nele, deixando apenas o bem. Porém, na prática as coisas não dão tão certo como deveriam, e o seu lado mal não o deixa por completo.
Muitas pessoas devem conhecer ou já ouviram falar dessa história, até porque sendo um clássico os relatos correm à solta, mas ter a experiência de apreciar a escrita de R. L. Stevenson não tem preço. É uma ótima entrada para o mundo do horror, pois o livro é pequeno e flui rápido, tendo uma história que não foca em fazer o leitor sentir medo, mas mostrar uma crítica por trás de suas entrelinhas.
Confira a resenha completa desta obra clicando aqui.


Reprodução: Google

Como falar em terror e não citar Stephen King? Das obras que já li dele, eu escolhi para indicar Misery, que inclusive tem uma adaptação para filme e peça de teatro. Neste livro, vamos conhecer Annie Wilkes, a fã nº 1 do autor Paul Sheldon. Um dia quando Paul está voltando para casa ele se envolve em um acidente de carro, e para sua sorte (ou não), Annie é quem o encontra e leva-o para a sua casa para cuidar do autor até ele se sentir melhor e recuperado. Porém, Annie não ficou feliz com o final que Paul escreveu para a série de livros favorita dela, e por isso, só deixará ele ir embora quando ele escrever um último livro somente para ela.
Diferente de algumas obras clássicas do Stephen King, esta não envolve o sobrenatural, e sim o mal que está dentro da própria pessoa. O King consegue desenvolver essa perversidade muito bem, inclusive em outros livros, sendo essa descrição uma característica muito forte em sua escrita. Ele sempre diz que o mal está nas pessoas, e ele nos mostra isso de forma clara e assustadora. Misery é uma ótima escolha para aqueles que têm vontade de se aventurar nas histórias do Mestre, mas tem medo do que pode vir.


Reprodução: Google

Como fazer uma lista de livros de terror e não colocar um dos meus clássicos preferidos? Frankenstein foi escrito por Mary Shelley e considerado um dos pontos de partida do terror. Mary Shelley também é considerada como a primeira pessoa que escreveu ficção científica, com a obra O Último Homem. Frankenstein surgiu de uma “brincadeira” entre a autora e alguns amigos escritores, e hoje é considerado um dos maiores clássicos do gênero.
Com uma crítica forte ao ser humano, Mary Shelley escreve sobre um homem, Victor Frankenstein, que descobre como criar uma vida, e a partir dessa descoberta decide “montar” e dar vida há um novo ser. Com isso, Victor constrói um monstro, e assustado com a sua criação, deixa-o sozinho e abandonado. Conhecido como “monstro de Frankenstein”, esse ser vai atrás de seu criador e do amor que lhe foi negado pelo mesmo.
É um clássico indispensável e obrigatório para todos. É uma ótima maneira de entrar de cabeça no terror e logo se apaixonar. A escrita da Mary é cativante e tocante, conseguindo ir muito além e mais fundo do que as palavras nos passam, mostrando o quanto nós humanos podemos ser frios e indiferentes quando encontramos algo/alguém que não esteja no nosso padrão de “normal”.
Também já fiz resenha desta obra-prima e para conferir é só clicar aqui.

Gostaram das indicações de hoje? Se desejarem, posso fazer uma segunda parte, inclusive de filmes também ou gêneros mais específicos, fica a critério de vocês. Fiquem à vontade para compartilhar outros livros e opiniões comigo. Vou adorar conversar com vocês nos comentários. Um beijo e até a próxima.

34 thoughts on “4 livros para começar a ler terror”

  1. Fala sério..
    O Médico e o Monstro é uma das minhas história favoritas e adoro encontrar adaptações dela por aí..
    Suas escolhas não poderiam ser melhores <3

    Beijos

  2. Boa tarde, gostei bastante das suas indicações, pois confesso que eu nunca li nenhum livro de terror, acredita, porem gosto bastante de assistir filmes de terror. Mas gostei bastante das dicas.
    beijos!

  3. O que falar desse post que acabei de conhecer e já considero pacas? Eu tenho todos esses livros e eles são ótimos. Não tem nem como falar de um e deixar o outro. Adorei as indicações. Pessoas desse mundo: leiam e não se arrependerão.
    Beijo

  4. Eu já li o "Médico e o Monstro" e "Frankenstein", mas morro de medo de ler livros de terror hahahaha, principalmente quando são de fantasmas. Gostei bastante do post, as indicações são boas :).

    1. Mas, você pode ler aqueles mais "leves", como Frankentein e O Médico e o Monstro são. Não é necessário ler um livro que te deixará mal ou assustado demais, há livros de terror com uma temática mais leve e que agrada do mesmo jeito.

  5. Nossa eu amo livros, tanto que no meu quarto não tem TV, só leitura por lá. E nunca tinha passado na minha cabeça em ler um livro de terro. Adorei suas dicas, vou procurar mais sobre os livros e os assuntos. Sucesso, beijos

    1. Hahaha, nem sempre. Tem alguns que vão mais para o lado psicológico, mas que mexem com a sua cabeça de uma forma diferente. Tente ler Frankenstein, não dará medo e te fará refletir sobre o mundo e as pessoas.

  6. Adorei as indicações, alguns deles já até estão na minha fila de leitura do Kindle. Ainda não conhecia esse "O médico e o monstro", adorei ele vou ver se encontro para baixar. Bjs!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.