Literatura

Resenha: “Dossiê macabro: Táxi” – Vários autores

Dossiê macabro: Táxi vem com uma proposta um tanto inusitada e diferente de qualquer outra que já tive contato: trazer histórias que se passem, de alguma maneira, dentro de um táxi. Pode parecer estranho à princípio, mas o resultado é incrível.

Nunca imaginei me sentir tão desconfortável e desconfiada em relação a táxis, mas após essa leitura chega a ser difícil pensar em entrar em um. Através desses contos, fica claro que tudo pode acontecer, e que não há maneira de escaparmos do nosso destino cruel.

Leia também: Ink Madness, de Matheus Ferreira de Jesus

Título: Dossiê macabro: Táxi
Vários autores
Quantidade de páginas:
 220
Editora Diário Macabro
Gênero:
 Ficção / Terror / Horror / Suspense e Mistério
Ano: 2020
Skoob: Clique Aqui
Compre: Editora Diário Macabro
Minha classificação: ★★★★★ (5/5)
*Livro cedido pela editora

Você sobreviverá a essa corrida?

Você está sentado no banco de passageiro em um táxi. Você não conhece o motorista e nem o motorista conhece você. Quais segredos, perturbações e desejos a outra pessoa pode esconder? Quais você pode esconder? Em uma corrida rápida, em um dia ruim, é possível que você – ou o próprio motorista – não sobreviva, não chegue ao destino final, não sinta-se seguro. Dentro de um táxi existe diversas possibilidades do que poderá acontecer, e em Dossiê macabro: Táxi encontramos algumas delas.

Entre 19 contos de terror e suspense, cada qual com sua escrita única e elementos singulares, Dossiê macabro: Táxi traz uma mescla de histórias que contém o antigo veículo amarelo como centro e característica em comum.

Nessa antologia o leitor deverá estar preparado para iniciar contato com assassinos cruéis, criaturas sobrenaturais, experiências pós-morte e vinganças sedentas, entre outros temas mais. Um leque vasto e diverso que agradará todo fã de uma boa – e inusitada e sangrenta – história de terror.


“- Sabe, meu nobre guia – ele comentou, pela última vez -, desistimos da vida para abraçarmos o nada. A ironia da vida é que morremos sem jamais termos realmente vividos. Tiraram o meu direito à vida. Que desperdício. Que pena.”

A capa é de um amarelo bonito e vibrante, combinando com a cor dos táxis antigos, e a diagramação é espaçosa, com letras confortáveis. Uma ótima e linda edição, assim como as demais da Editora Diário Macabro.

Eu sobrevivi. E adorei cada trajeto!

É muito raro eu ler uma antologia e gostar de todos os contos. É claro que em livros desse tipo sempre tem contos que são melhores ou mais envolventes do que outros, mas na grande maioria das vezes antologias são bem balanceadas para mim, ficando no meio termo. Porém fiquei feliz que dessa vez o caso raro de gostar de todos os contos aconteceu, e olha, que contos excelentes!

Eu ia lendo e achando um conto melhor do que o outro, me surpreendendo com cada história e com cada criatividade dos autores. Em antologias é muito fácil o mesmo assunto se tornar repetitivo durante os contos, mas aqui temos a grata surpresa da criatividade e de como o ambiente do táxi pode ser colocado em situações bem diferentes umas das outras.

Acredito que foi meu primeiro contato com todos os autores, mas gostaria de acompanhar os futuros trabalhos de cada um, pois sei que todos eles têm muito a me oferecer como leitora de terror. Cada um, mesmo que de maneiras e intensidades diferentes, conseguiu me deixar angustiada, chocada e, às vezes, com nojo. É tudo muito explícito e descritivo, o que, admito, eu gosto muito.

Além do mais, por serem contos relativamente curtos, a leitura torna-se rápida e fluida, passando tão rapidamente que nem percebemos. Para quem gosta de antologias essa é um prato cheio e que recomendo, com histórias diversas, assustadoras e recheadas de muito sangue. Por isso cuidado ao entrar no carro de um desconhecido, afinal não sabemos o que se passa na mente perturbada do outro.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Receba todas as nossas novidades:

6 thoughts on “Resenha: “Dossiê macabro: Táxi” – Vários autores”

  1. ai que proposta incrivel!!! Eu nunca li nada assim, mas se eu lesse, seria um parto pra pegar uber depois dessa leitura, de verdade hahahahhaha
    Fiquei muito interessada nesse livro, parece ser bem o meu tipo de leitura, já tô aqui olhando o site da editora! Adorei e suas fotos ficaram incriveis!!

  2. realmente, trata-se de um cenário bem inusitado. curti essa proposta de dar ares de macabro a algo tão corriqueiro quanto pegar um Taxi. hehehe
    outro dia vi um conhecido meu postar sobre a leitura desses contos. ele tbm amou 😀
    dica anotada.
    Tschuss

  3. Eu acho que esse é o tipo de história que a gente lê e pensa”como ninguém criou isso antes? É genial” porque eu to assim nesse exato momento hahaha. Adorei conhecer a narrativa por meio dos seus comentários, fiquei super curiosa!

  4. Caramba, gostei bastante da ideia do livro, não conhecia e já comecei gostando da capa outra coisa que gosto, contos, amo demais. Quero ter a oportunidade de ler e como você, ler cada autor em seus outros trabalhos.

  5. olá!

    Não conhecia esse projeto, mas para quem curte o gênero parece um prato cheio. Não é o meu caso, mas vou passar a dica para pessoas que eu conheço e gostam desse tipo de leitura. Obrigada por dividir sua opinião sobre o livro.

    Beijos
    leitura-terapia.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *