Literatura

Resenha: “O Peso do Pássaro Morto” – Aline Bei

Título: O Peso do Pássaro Morto
Autora: Aline Bei
Quantidade de páginas: 168
Editora Nós
Gênero: Ficção / Literatura Nacional / Romance
Ano: 2017
Skoob: Clique Aqui
Compre: Amazon
Minha classificação: ★★★★★ (5/5) 

“imaginar o mundo deve ser mais bonito mesmo.”

O Peso do Pássaro Morto é um livro sobre perdas, luto e traumas. Porém, acima disso, a história trata sobre o peso e a obrigação de ser mulher e mãe em uma sociedade tóxica, machista e brutal. A nossa narradora-personagem focará apenas em determinados – mas cruciais – momentos de sua vida, sendo assim cada capítulo uma parte de si.

Começamos tendo contato com uma garotinha de oito anos, a qual é obrigada a lidar com um luto prematuro quando a sua melhor amiga morre. Ela não entende como pôde ser abandonada por Carla e porque isso aconteceu. Logo depois vem o bullying na nova escola e as palavras depreciativas; quando se torna adolescente chega para si novos problemas e novas palavras depreciativas. Um ciclo pesado e sufocante que acarreta em uma mulher cheia de traumas, sofridão e caos dentro de si.

Aline Bei traz em seu primeiro romance a formação – e a transformação – de uma menina para mulher. Além de abordar também a maternidade de uma forma real e crua, mostrando a dificuldade de se relacionar com um filho, o qual não consegue criar uma conexão, e de não conseguir ser a mãe ideal retratada dentro da sociedade e em comerciais da televisão.


“as mulheres abusadas nas trincheiras e nos viadutos não estão nos livros de história. os ditadores sim todos em itens numa longa biografia.”

A dor de ser mulher em uma sociedade que nos mata e nos abomina.

Pelo tamanho da profundidade e tensão da narrativa o mais indicado seria lê-la aos poucos, até porque cada capítulo é um baque diferente dentro de nós. Mas estava tão ansiosa para descobrir o desfecho da personagem que li quase tudo de uma vez, o que resultou em uma “eu” morta por dentro e desesperada por fora.

Não sei como a autora conseguiu escrever esse livro, mas lê-lo foi difícil e doloroso. Saber sobre tudo pelo qual a personagem passou, ainda mais através de suas próprias palavras, me deixou com pena, devastada e muito mal. Lidar com a morte não é fácil e lidar com a crueldade humana é pior ainda. Me senti mal por todos os acontecimentos pessoais dela, e em certos momentos até mesmo culpada.

A narrativa aborda a falta de afeto familiar, a distância da realidade habitual e a vida solitária, me deixando com um peso crescente dentro de mim à cada capítulo lido. Há a chegada da superação, mas também a cruel recaída, onde junto traz um desfecho que me quebrou em pedacinhos e depois, ainda não sendo o suficiente, pisou em mim até não haver mais nada.

Não sei explicar o que estou sentindo agora e nem sei como encontrei palavras para escrever essa resenha. Apenas sinto que todos deveriam ler esse livro e ter conhecimento dessa história tão triste e devastadora. É uma história que gruda em nossa cabeça e nos muda para sempre. Causa arrepios, dor e enjoos, mas é recompensadora ao final.


“e nada dói no meu corpo a ponto de chamar de saudade, com as pessoas vivas eu me sinto mais à vontade pra esquecer.”



TW: há gatilhos de bullying e estupro, então caso você seja sensível a esse tipo de conteúdo ou esteja passando por um momento difícil (e triste) eu sugiro que não leia o livro, pois é pesado e descritivo. A sua saúde mental sempre vem em primeiro lugar.

Outro aviso: eu o li através do plano da Amazon Prime, o Prime Reading, onde há um catálogo de livros para “pegarmos” emprestados. Você pode experimentar o serviço com 30 dias gratuitos fazendo a sua conta nesse link, tendo acesso não somente a livros, mas também a séries, filmes e músicas. Lembre-se que você utilizando o nosso link da Amazon isso nos ajuda a continuar mantendo o blog ativo e com postagens semanais.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

3 thoughts on “Resenha: “O Peso do Pássaro Morto” – Aline Bei”

  1. Olá, tudo bem? Esse livro tem sido bem comentado desde o lançamento, o clube de leitura da minha cidade trouxe ele no mês retrasado e realmente é uma obra maravilhosa que vale muito a pena ser lida!
    Um beijo.

  2. Olá!! 🙂

    Eu confesso que nao conhecia ainda o livro, mas fiqei algo curioso com a historia e com o modo como estes temas sao tratados.

    Realmente, parece que algumas tematicas infelizmente ainda necessárias na nossa sociedade sao tratadas com a devida dignidade. Espero confirmá-lo.

    Boas leituras!! 😉
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

  3. Cara, eu morro de vontade de ler esse livro!
    Eu vi a Thais falando sobre ele e eu fiquei super interessada. Apesar de ser um livro bem pesado pra mim, por falar de Estupro, mas repensar o fato de ser mulher é muito importante, às vezes até pra ter mais consciência do que a gente tá fazendo no mundo né.

    Adorei sua resenha, me tocou muito! Amei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *