Filmes

4 filmes para rir com as amigas

Todas nós passamos por aqueles momentos em que nada nos alegra; sejam filmes, vídeos de gatinhos ou até mesmo comida. Porém, apesar desses pormenores, ter a companhia de uma ou mais amigas é essencial para elevar o nosso humor nesses momentos.

Por isso, por enquanto não pense em seus problemas ou possíveis futuras crises. Prepare a pipoca, se acomode ao lado de suas fieis companheiras e assistam a esses quatro filmes que indicarei logo abaixo. Garanto que o seu humor irá melhorar e que as risadas compartilhadas com essas pessoas que você tanto ama serão as melhores partes do dia.

Uma Noite de Loucuras
“Quatro mães, cujos filhos frequentam a mesma classe pré-escolar, decidem se reunir para um inofensivo jantar de mães divertidas.”
Assista ao trailer

O enredo é simples e até um pouco clichê: quatro mulheres, que já são mães, um dia se reúnem para jantar juntas; um evento que, ao primeiro olhar, pretende ser inofensivo e sem muitas delongas, já que algumas delas não se gostam. Entretanto a beleza do filme não está em sua sinopse em si, mas, sim, no desenrolar e desenvolvimento de cada personagem que toma um espaço da tela.

Com muito humor a história mostra as dificuldades e o estresse causados pelas tarefas exaustivas impostas às mães. Assim como qualquer pessoa elas também precisam de um tempo para relaxar, de momentos só para si. Então, ao se juntarem, elas descobrem a importância de se ter amigas próximas e de se reservar uma noite só para elas, deixando assim os filhos aos cuidados dos pais.

O florescer de uma nova amizade é o foco do enredo, assim como também é o fortalecimento do casamento. Ambos os assuntos são tratados com cuidado e de maneira leve, abrindo espaço para um humor engraçado e até mesmo reflexivo. Confesso que na parte da maternidade e do casamento eu não consigo opinar com precisão, já que são temas que fogem da minha experiência pessoal, porém presenciar o crescimento da amizade das quatro mulheres me fez perceber o quanto isso é necessário e importante em nossas vidas. É uma ótima maneira para se repensar certos atos e mudá-los, independente de qual área da sua vida você fará isso.

Viagem das Garotas
“Quatro amigas de longa data viajam para New Orleans para o Essence Festival, onde irmandades são retomadas, lados selvagens são redescobertos, e há muita dança, bebida e romance.”
Assista ao trailer

Viagem das Garotas é, com toda a certeza, o meu filme preferido dessa lista, não só por conta de seu desfecho – que mostra a força da amizade feminina, independente do tempo e das intrigas -, mas também pela mensagem que o mesmo passa: a mensagem de que você é suficiente sozinha e que você precisa de você – e apenas de você – para ser feliz e completa.

Ryan, Sasha, Lisa e Dina são amigas desde a época da faculdade, mas que, por conta de conquistas pessoais, seguem por rumos distintos. Após cinco anos estando distantes, elas decidem fazer juntas uma viagem para se reaproximarem, reviverem a amizade que um dia fora tão forte. Mas as brigas internas que pareciam estar no passado e as pessoais que as impedem de serem verdadeiras consigo mesmas se transformam em uma bola de neve incapaz de ser parada.

Com um elenco composto magistralmente por atrizes e atores negros – o que faz com que o filme se torne ainda mais importante e necessário – a história se desenvolve tendo como pano de fundo um evento sobre beleza negra, que se torna a prova fundamental para os obstáculos da amizade. Será ali que elas irão descobrir como a amizade deve ser colocada acima de quaisquer homens e de como é importante cumprir promessas. Há sororidade, apoio, confiança e amizade, tudo mesclado a um grupo de quatro mulheres extremamente fortes, independentes e que precisam – mesmo intimamente – uma das outras.

Entre Vinho e Vinagre
“Amigas de longa data viajam para os vinhedos de Napa Valley, na Califórnia, para comemorarem o aniversário de 50 anos de uma delas.”
Assista ao trailer

A produção da Netflix Entre Vinho e Vinagre é, provavelmente, o filme mais fraco dessa lista. Por se tratar de uma história similar da de cima, pode parecer meio repetitivo e sem graça, mas, mesmo assim, o enredo ainda consegue arrancar boas risadas e ser um ótimo meio de se divertir, sem pretensões ou sem expectativas mais elevadas.

Novamente temos um grupo de amigas que passaram anos sem se ver, mas que agora decidem se reunir para comemorar o aniversário de 50 anos de Rebecca, sendo assim uma ótima oportunidade para encararem uma viagem juntas e reanimarem os laços antigos de amizade. Porém, como nada se trata apenas de vinhos e flores, essas amigas também guardam segredos pessoais que poderão sufocá-las em determinados momentos.

O filme retrata através de enormes toques de humor exagerado como nós não conseguimos enxergar os nossos próprios problemas ao mesmo tempo que não conseguimos aproveitar a nossa vida. Algo nos deixa estagnados na mesma rotina, no mesmo relacionamento falido e até mesmo vivendo um mundo que não é nosso, o que resulta em uma vida sem princípios e sem aproveitamento, assim como as de nossas protagonistas. Mostra também como algumas pessoas fazem de tudo para se manterem ocupadas e longe dos amigos, o que também é um grande problema. Então, no geral, mesmo com piadas demais, o filme traz uma mensagem bonita sobre encarar verdadeiramente as amizades e até a si mesmo.

A Noite é Delas
“Jess se reúne com três de suas amigas da faculdade para uma despedida de solteira em um final de semana selvagem em Miami.”
Assista ao trailer

No início as piadas me pareceram apelativas e com teor sexual excessivo, me fazendo duvidar se eu deveria ou não continuar assistindo. O que me fez mudar de ideia e insistir nele foi descobrir que a direção e roteiro são assinados por uma mulher, Lucia Aniello, um detalhe que contribuiu para que a minha perspectiva sobre o filme mudasse completamente. Percebi então que estava ali na minha frente um filme de comédia feito por uma mulher e estrelado por protagonistas femininas que não tinham medo de falar sobre sexo, sexualidade e prazer.

Em A Noite é Delas não há vergonha e muito menos embaraçamento. As quatro amigas estão juntas para comemorar a despedida de solteira de Jess, então irão aproveitar cada momento para se divertirem e estarem juntas. Infelizmente um pequeno empecilho acaba por estragar a festa, já que uma das amigas por acidente acaba matando o stripper e a partir daí elas terão que arrumar um jeito de se livrarem dessa situação sem serem presas.

Apesar de ter dado muitas risadas e de ter me divertido com o grupo, em um determinado momento da trama coisas são ditas e verdades são “jogadas” na cara, e para mim é exatamente nesse ponto que está a beleza do filme: em como as lembranças devem ser preservadas e a amizade mantida. A mensagem é clara, não devemos nos apegar e nos prender ao passado, mesmo que seja mais confortável lá. Há um caminho pela frente e novos momentos devem ser conquistados e apreciados, sempre dando o devido valor merecido aqueles que nunca saíram do seu lado.

Dessa vez preferi não me atentar tanto as sinopses, mas, sim, explorar os sentimentos e sensações que os filmes me trouxeram. Cada um, de uma forma diferente e única, tem uma mensagem própria para passar, seja sobre a força da amizade feminina ou sobre a importância de se manter uma amizade antiga.

Os mínimos detalhes não importam. O que realmente importa é a aprendizagem que cada enredo nos transmite, é como cada palavra ficará conosco em nossas próximas jornadas e caminhos. Mesmo que todos sejam de comédia e tenham como real foco arrancar as mais diversas risadas, não se pode esquecer que todas as personagens têm uma história e que com elas temos muito o que aprender.


Faça sua compra na Amazon através do nosso link (clique aqui) e ajude o blog a manter-se ativo. Sem taxas ou inclusão de valores, você estará nos ajudando a continuar trazendo conteúdo.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *