Literatura

Resenha: “Sombras do Recife” – Roberta Cirne

Conheci a Roberta Cirne na CCXP do ano passado. Ela foi convidada para participar da HQ Gibi de Menininha, uma das aquisições mais aguardadas por mim no evento. Por conta disso consegui um autógrafo dela no meu exemplar e, de quebra, aproveitei a oportunidade para conhecer mais de seus trabalhos, chegando assim a HQ Sombras do Recife.

Esse ano a Roberta também estará na CCXP, evento que teve início no dia 4 e irá até o dia 8. Você pode encontrá-la na mesa G5 na parte do Artist’s Alley. Além dessa HQ que resenho abaixo, a autora também estará com outras obras, incluindo o Gibi de Menininha 2 e o romance Sombras do Recife volume 1 – A Presença Dela.

Título: Sombras do Recife
Volume #1
Autora: Roberta Cirne
Quantidade de páginas:
 45
MXM Gráfica e Editora
Gênero:
 Ficção / HQ / Terror / Suspense e Mistério
Ano: 2018
Skoob: Clique Aqui
Compre: Entre em contato com a autora
Minha classificação: ★★★★ (4/5)

As sombras negras por trás de Recife

Sombras do Recife é o primeiro volume da HQ criada pela brasileira Roberta Cirne, que assina o roteiro e também produz a arte. Com uma pesquisa rica em informações, nos presenteando ainda com textos de apoio e textos acerca das inspirações, as lendas de Recife se encontram em suas melhores versões nessa edição.

Reprodução: Biblioteca Pessoal

O livro é composto por duas histórias curtas, mas igualmente impactantes.

Nesse primeiro volume temos contato com duas histórias distintas, sem nenhuma relação aparente entre si, mas que conquista de imediato o leitor, sendo ambas potencialmente intensas e tenebrosas.

A Presença Dela – A Emparedada da Rua Nova:
Lorena, uma garota aparentemente normal, tem pesadelos estranhos com uma mulher desconhecida sendo presa pelo próprio pai atrás de uma parede, isso por conta de um amor proibido. Um dia ela conhece um jovem que promete protegê-la, mas exatamente do quê?
Nessa história presenciamos um pouco sobre o que são os amores além da vida. Há o medo do desconhecido ao mesmo tempo em que lhe é dada uma certa proteção. Infelizmente a leitura é curta, ficando com um final suspenso que necessita de uma continuação.
A autora lançou esse ano no Catarse o projeto de um livro chamado A Presença Dela, que promete contar através de narração com textos o início, o meio e o fim dessa história. Eu o apoiei, então imagino que logo devo estar com o livro em mãos e trazendo uma resenha completa para vocês.

Boca de Ouro:
Valdemar é um homem que não almeja sonhos ou desejos, mas que muda sua postura completamente quando conhece Guilhermina, uma mulher casada audaciosa que consegue fazê-lo cair facilmente em sua lábia.
Baseado em uma lenda, a história intercala entre ambição, inveja e um ser que é fadado a andar perdido após sua morte. Tendo a sua conclusão na própria HQ, desfrutamos do desfecho de Valdemar e da sua maldição eterna.


Reprodução: Biblioteca Pessoal

Uma pena que seja tão curto, deixando assim um gostinho de quero mais.

Sendo esse o meu primeiro contato com as obras da Roberta, posso dizer que fui surpreendida e até mesmo arrebatada por toda a magnitude de seu trabalho. É incrível ter em mãos uma obra com tanto zelo e capricho; uma obra que é impecável em questões de edição, arte e roteiro.

A arte é bastante chamativa, tendo traços marcantes e cores belamente intensas. É uma arte bela e que temos vontade de parar um pouco a leitura para admira-la. Eu, particularmente, me envolvo bastante com os desenhos de HQs, então gostar da história e gostar ainda mais dos traços é sempre uma realização positiva para mim.

Não tenho nem palavras para dizer o quanto gostei de ter contato com essas histórias e com a própria autora. A minha única ressalva é o tamanho, já que senti que a HQ é curta, me deixando ansiosa para dar continuidade na leitura. Mas sei que o livro que apoiei no Catarse tem quase 500 páginas, o que, acredito, irá suprir essa minha ansiedade.

Sombras do Recife nos traz uma grata oportunidade para, além de apoiarmos uma autora nacional, conhecermos com mais profundidade sobre as lendas que envolvem nosso país. Sendo um trabalho magnífico, não tenho como não recomendá-lo para os fãs de terror e até mesmo para aqueles que fogem do gênero, mas gostam de absorver conhecimento através das leituras.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

14 thoughts on “Resenha: “Sombras do Recife” – Roberta Cirne”

    1. Eu também não sou de Recife e não conhecia as lendas, mas foi ótimo poder ter esse contato e poder conhecê-las através da visão da Roberta. Indico muito! Tanto para conhecimento pessoal, como também para divertimento.

    1. Pode ler sem medo, pois não são histórias com foco para assustar! Acredito que a autora quis mais dar uma “repaginada” nas lendas através de um gênero que ela mesma gosta, mas eu afirmo que não tem nada de assustador.

  1. Oi Thainá,
    Achei toda a premissa das duas histórias da HQ muito interessantes, eu não tinha conhecimento dos trabalhos da autora, é sempre bom conhecer novos autores principalmente os brasileiros. Espero que você consigo logo o livro e que faça resenha aqui no livro pois, fiquei muito curioso com a narrativa da primeira história. A arte da HQ também parece ser muito boa pelas fotos que você pôs na resenha!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    1. Obrigada! Estou bem ansiosa para ler o livro dela e com certeza tentarei fazer o mais rápido possível, assim que estiver com ele em mãos. Fica de olho aqui no blog que em breve no ano que vem deve sair resenha dele! 🙂

    1. E é! É uma HQ sensacional e muito bem feita, totalmente cuidadosa, tanto nos traços como também nas pesquisas. Mesmo que não goste de terror eu indico que dê uma chance, ao menos para conhecer o trabalho da autora e as lendas de Recife.

  2. Oi Thainá.

    Eu tenho lido pouco HQ ultimamente, mas achei este que você leu bastante interessante. Agora fiquei curiosa para lê -lo também por causa das ilustrações. Elas estão lindas. Obrigada pela dica vou adicionar na lista de desejados.

    Bjos

    1. Espero que você consiga lê-la e que goste tanto quanto eu! Caso tenha interesse pode entrar em contato com a autora que, acredito, ela deve ter exemplares para revender. É uma indicação que recomendo de olhos fechados, pode confiar.

  3. Eu tenho curtido ler HQ’s e não conhecia essa autora, achei ela linda e fiquei curiosa pelas duas histórias. Gosto de conhecer as lendas e consequentemente a cultura das cidades. Amei o fato de ser uma autora brasileira, falando de uma cidade do Brasil. Dica anotada!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *