Literatura

Resenha: “Stake Bros” – Leonidas Fachetti

Stake Bros é um livro que eu não conhecia antes de ter caído curiosamente em minhas mãos. Tampouco conhecia o autor. Mesmo que a capa não tenha me chamado nenhuma atenção, ao ler a sinopse fiquei interessada e curiosa para saber como o autor mesclaria o mito do vampiro com a Segunda Guerra Mundial.

Como sabem, ao mesmo tempo em que consumo muita não-ficção desse período acabo também deixando de lado as histórias ficcionais que se passam durante essa década. Então conhecer novas narrativas com tal fundo histórico acabam sendo sempre frutíferas e gratificantes para mim.

Reprodução: Biblioteca Pessoal

Leia também: Love Kills, de Danilo Beyruth

Título: Stake Bros
Autor: Leonidas Fachetti
Quantidade de páginas: 234
Editora Perensin
Gênero: Ficção / Fantasia
Ano: 2020
Compre: Amazon | Editora Perensin
Minha classificação: ★★★ (3/5)

Onde estão os vampiros durante a 2° Guerra Mundial?

Você, fã das criaturas da noite, já se perguntou onde estavam os vampiros durante a Segunda Guerra Mundial? No livro nacional Stake Bros podemos ter um gostinho dessas criaturas em um momento histórico tão turbulento, caótico e sanguinolento.

Em 1945, nas terras da Romênia, um grupo do exército aliado denominado como os Doze Incansáveis estão em uma missão quando encontram, no meio de uma nevasca, uma garota sozinha e com roupas nada aconselháveis para aquele tempo. Ao segui-la, o grupo descobre uma cabana, logo pedindo estadia para a garota e prometendo-lhe que não farão nenhum mal.

Protegidos da neve e do frio, os soldados conseguem enfim descansar, deixando apenas um acordado para a vigília. O problema é que quando acordam, o soldado que deveria estar de guarda e a mulher dona da cabana sumiram. É claro que o primeiro pensamento é de que o casal saiu para namorar, mas não demorará muito tempo para descobrirem a verdade e o destino por trás do soldado que sumiu.

Os Doze Incansáveis terão que lidar com coisas estranhas e sanguinolentas, saídas de contos de fadas de terror; coisas que podem ser até ainda mais terríveis que o exército alemão, com uma sedenta sede de sangue insuperável e incontrolável.

A edição está com capa dura e ainda vem com ilustrações a cada final de capítulo.

Stake Bros traz o mito do vampiro em meio a guerra e o caos, mas peca ao retratar as mulheres da história

Leonidas Fachetti traz o vampiro clássico, raiz, mesclado a novas características. Particularmente, não tenho muito contato com esse tipo de criatura, mas ultimamente estou gostando de conhecê-la mais e devo isso a esse livro que me impulsionou pela nova busca.

O livro é rápido de se ler e termina com uma brecha curiosa para uma possível continuação. Confesso que isso conseguiu minha atenção, me deixando bastante ansiosa para o que poderá vir a seguir no próximo livro. Ainda mais porque o autor tem uma escrita sanguinolenta que eu adoro, o que me fez ter ainda mais conexão com a sua escrita.

Porém algo me incomodou e não foi pouco, o que no final me deixou bastante balançada em decidir se gostei ou não da obra. Há muitos termos machistas e isso me incomodou de um nível que às vezes eu queria tacar o livro na parede. Logo nas primeiras páginas, com o encontro do grupo com a moça, já há um termo exagerado e horroroso que por pouco não me fez desistir da leitura ali mesmo.

Por isso, ao mesmo tempo que gostei da história e me senti instigada pela continuação, não sei se lerei o próximo livro. De qualquer forma, acredito que se você gosta desse tipo de narrativa, com a Segunda Guerra Mundial e os vampiros como fundo, talvez seja uma boa pedida dar uma chance ao autor, pelo menos para conhecê-lo, apoiá-lo e prestigiar mais um trabalho nacional.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Receba todas as nossas novidades:

2 thoughts on “Resenha: “Stake Bros” – Leonidas Fachetti”

    1. Nunca vi ninguém falando desse livro, acho que é mais desconhecido mesmo, né? Tem uma premissa bem bacana, apesar dos tropeços ao longo da narrativa. Mas espero que goste da leitura! Depois me conta o que achou. <3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.