Literatura

Resenha: “Elizabeth” – The Wolf

Gosto de ler contos sem saber nada deles, sem ler sinopses ou opiniões, pois como são, em sua maioria, curtos, eu acredito que sinopses às vezes podem entregar o essencial de tais narrativas. Por isso estou lendo os contos de bolso publicados pela Editora Lendari sem saber de nada sobre suas histórias, sendo Elizabeth uma dessas leituras.

Dessa forma eu adentro na história com a mente vazia, limpa, e me deixo ser surpreendida pelos autores. E dessa maneira eu também consigo extrair o melhor de cada história, guardando comigo o que mais gostei de cada uma delas.

Leia também: 12 Crimes de Natal, de J.C.Gray

Título: Elizabeth
Autora: The Wolf
Quantidade de páginas: 53
Editora Lendari
Gênero: Ficção / Conto / Literatura Nacional / Fantasia / Suspense e Mistério
Ano: 2020
Skoob: Clique Aqui
Compre: Amazon
Minha classificação: ★★★★ (4/5)
* E-book cedido pela editora

E quando sua beleza é tudo que você tem e isto está prestes a desmoronar?

Elizabeth é uma jovem que recentemente completou 21 anos de idade. Sempre vista e tratada como uma boneca de porcelana pelo pai, ela se vê destruída ao encontrar uma leve linha sob um de seus olhos, sendo para a garota o primeiro sinal de velhice.

Ela teme a velhice e teme um dia envelhecer, pois a sua beleza é tudo que Elizabeth possui de mais valioso. E por isso ela tem uma ideia mórbida, mas que poderá ser eficaz em sua luta; uma ideia que precisará de Eva, uma colega de violoncelo, para que a sua juventude seja restaurada.

Elizabeth é um conto curto que brinca com a áurea de suspense e frieza envolta dos pensamentos e ações da protagonista que dá nome à história. Elizabeth não é fácil de ser digerida, porém quando o ápice do enredo acontece e a verdade por trás de tudo aparece, fica difícil não compactuar com suas ações finais.

TW: se você é sensível a obras que abordem abusos, indico que tenha cuidado ao ler essa história. Mesmo que tais atos horrendos não sejam descritos em detalhes, a suposição dos fatos pode incomodar e lhe fazer mal.


“Nunca se é jovem demais para se preocupar com o envelhecimento quando você é uma mulher e tem em sua aparência física seu trunfo mais poderoso.”

Elizabeth é um suspense LGBT que surpreende e que traz a mulher e a sua beleza física como focos.

Com uma escrita mais rebuscada do que de costume, mas que não atrapalha a leitura, o conto Elizabeth flui de maneira rápida e não enrola em seus acontecimentos, fazendo com que tudo aconteça de forma imediata e sem enrolações. Tudo é entregue aos poucos, mas, ainda assim, com uma rapidez que não afeta a surpresa crescente do leitor.

Aqui temos a beleza física como um espelho da identidade da mulher, como um trunfo que pode ser usado a qualquer hora e em qualquer momento, como algo essencial na vida de Elizabeth. E colocando esse tópico em foco, ao meu ver, a autora conseguiu abordá-lo criticamente ao demonstrar em como a velhice da mulher está ligada ao abandono por parte dos homens, ligada a separação, o que muitas vezes vemos como a pura verdade.

O desfecho veio com um gosto agridoce, mas que me deixou muito surpresa e até feliz. Eu tentei prevê-lo e imaginei o que poderia acontecer, já me dando como vitoriosa. Porém eu me enganei e o que veio nas últimas páginas me mostrou que eu não estava preparada para aquilo.

Para os fãs de suspenses e leituras rápidas, Elizabeth é essencial para ser encaixado em maratonas, para sair da ressaca literária e também para intercalar com leituras mais densas e longas. Trazendo uma história simples, mas impactante e surpreendente, o conto se faz uma leitura prazerosa e instigante.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Receba todas as nossas novidades:

2 thoughts on “Resenha: “Elizabeth” – The Wolf”

    1. Hahahaha, sim, a Elizabeth e a Eva são mulheres LGBTs, então rola aquela tensão sexual entre as duas. Sabendo que é um conto de suspense, fica claro que o romance não é o foco, mas mesmo assim ainda é muito interessante ver as duas agindo juntas. Acho que você irá gostar, Karol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *