Filmes

Liga da Justiça de Zack Snyder: minha experiência e sensações com o novo filme

Ontem, dia 18 de março de 2021, finalmente tivemos em nossas mãos o tão esperado filme Liga da Justiça na versão do diretor Zack Snyder. Originalmente o filme Liga da Justiça foi lançado em 2017, com créditos para o diretor Joss Whedon (aquele mesmo que foi revelado ter comportamento abusivo em sets como da série Buffy e até mesmo do filme Liga da Justiça). Whedon modificou o filme que Snyder tinha gravado, mas não pode concluir e lançar, por conta da tragédia da morte de sua filha.

O filme dirigido por Whedon, o de lá de 2017, não agradou aos fãs – inclusive a mim. O longa é repleto de piadinhas, feitas até pelo Batman, pecando em excesso com o alívio cômico e trazendo falhas grotescas no enredo, além, é claro, das cenas em que Henry Cavill teve o rosto modificado para ser retirado o seu bigode, o que em certos momentos ficou extremamente falso, às vezes nem parecendo que era realmente o ator. O filme inteiro é uma decepção para os fãs.

Entretanto, nós nunca desistimos de um dia ter em mãos a versão gravada e dirigida por Snyder. E finalmente esse dia chegou e agora posso dizer, com todas as palavras, que a nossa Liga da Justiça até que enfim ganhou um filme digno de sua grandeza e poder.

⚠ Esse post não contém spoilers. Leia-o tranquilamente e sem medo. ⚠

Leia também: O final agridoce de Supernatural (com spoilers)

Reprodução: Google

O “novo” Liga da Justiça e o aprofundamento de seus personagens

Não sei se já deu para perceber, mas eu fui uma das pessoas que amou a versão do Snyder de Liga da Justiça, e muito disso se deve ao aprofundamento que alguns personagens secundários ganharam nessa nova versão.

Eu fui uma das pessoas que surtaram quando o ator Ray Fisher foi anunciado no papel de Victor Stone, isso porque ele é a cara do Cyborg dos quadrinhos. A semelhança é incrível! E como em 2017 eu estava lendo alguns quadrinhos novos de Liga da Justiça, minha cabeça explodiu ao perceber que selecionaram a pessoa perfeita para o papel. Ele tinha a cara do Victor, o jeito do Victor e exalava o sofrimento e confusão do personagem.

Porém o quão grande foi a minha decepção quando no filme de 2017 o diretor Whedon reduziu drasticamente as cenas de Fisher. Não apenas dele, como também do Ezra Miller, que tivemos muito pouco como Barry Allen. No filme anterior, ambos são jogados em um enredo caótico sem ganhar a devida atenção e esclarecimento sobre seus personagens. Afinal, quem era Barry Allen? E quem diabos era Victor Stone? Perguntas fáceis de serem respondidas por fãs que já os conheciam, mas que pairavam confusas em novos fãs dos filmes.

No Liga da Justiça de Zack Snyder, Victor e Barry enfim ganham destaque, mostrando como eram suas vidas antes de se juntarem ao grupo e quais são suas motivações pessoais para tal ato. Conhecemos melhor suas famílias, suas relações pessoais e o que os motivam por dentro; vemos de perto o quão poderosos eles são e o quanto esse poder de cada um deles é essencial para a Liga e para a salvação da humanidade. Inclusive tem uma cena lá para o final onde o foco é o Barry Allen que é belíssima e mostra o tamanho do poder desse jovem.

Além disso, também conhecemos alguns personagens novos que não deram a cara no anterior, mas que foram o centro de algumas teorias, como o próprio Caçador de Marte que prometia ter um espaço ainda maior em um possível novo filme, o qual talvez nunca tenhamos (o que é muito triste, pois, meu Deus, o final desse filme serve para imaginação de muitas continuações interessantes).

Reprodução: Google

Cenas novas, enredo novo

Por favor, não pense em nenhum momento que a versão do Zack Snyder é o filme do Joss Whedon com cenas adicionais. Não é, muito longe disso. É um filme inteiramente novo.

Desde o início já percebemos que esse é sim um filme de Zack Snyder, tanto pela coloração das cenas – aquela falta de saturação – como também pela trilha sonora e pela intensidade em cada momento. O filme acaba sendo inteiramente novo para os telespectadores, pois, além de ser feito inteiramente de cenas que ainda não tínhamos visto antes dos novos trailers, a história se leva para um caminho totalmente desconhecido por nós, mesmo que pequenos detalhes continuem ali.

E nisso Snyder acertou em cheio, pois o enredo ficou muito bem amarrado, sem pontas soltas – além daquelas que dariam em uma possível continuação -, e encaixado da maneira certa. Barry Allen serve de alívio cômico para o enredo, mas sem ficar forçado ou enjoativo; a atmosfera sombria continua ali, sufocando a nós com o que pode acontecer caso qualquer coisa dê errado.

Reprodução: Google

Mas Liga da Justiça é tudo isso mesmo?

Sim. Até o momento que escrevo esse post eu não consegui pensar em nenhum ponto negativo do filme, além das 4 horas de duração que podem incomodar os fãs de filmes mais curtos. Mas olha, depois de pegar o ritmo o filme passa que você nem percebe, deixando um gostinho de quero mais ao final.

Posso dizer que finalmente temos um filme da Liga da Justiça que a Thainá adolescente iria adorar, que sempre sonhou em assistir nos cinemas. É uma pena que com esse caos em nosso país e no mundo inteiro, uma obra desse tamanho não possa ter sido apreciada em uma tela enorme, da maneira que merece. Mas, mesmo assim, me sinto grata de poder ter conferido a Liga da Justiça pelos olhos de Zack Snyder.

Então acredito que não seja nem necessário eu dizer o quanto recomendo o filme, não é? Se você tem problemas com filmes mais longos, indico que assista aos poucos, como se fossem episódios de séries. Porém acho bastante difícil você se contentar apenas indo de pouco em pouco e não querer consumir a obra por completo de uma vez só.

Os personagens são carismáticos, a história agora faz muito mais sentido e as cenas de luta são belíssimas. Até mesmo para quem não é fã de super heróis, Liga da Justiça de Zack Snyder é uma ótima pedida para fãs de filmes excelentes.


Faça sua compra na Amazon através do nosso link (clique aqui) e ajude o blog a manter-se ativo. Sem taxas ou inclusão de valores, você estará nos ajudando a continuar trazendo conteúdo.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Receba todas as nossas novidades:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *