Girl Power Jogos

Eu joguei: Shadow of the Tomb Raider

Shadow of the Tomb Raider encerra a trilogia de games da Lara Croft. Essa trilogia é composta pelos games: Tomb Raider (2013), Rise of the Tomb Raider (2015) e Shadow of the Tomb Raider (2018).

Neste último jogo, Lara está ainda mais brutal e sanguinária, carregando nas costas o peso de suas ações que a princípio – e para ela – seriam o certo a se fazer em prol da salvação da humanidade. Lara se aproxima ainda mais de nós através de suas ações críveis e de sua humanidade ardente, mostrando assim que continua sendo uma das melhores personagens femininas do mundo dos games.

⚠ Esse post não contém spoilers. Leia-o tranquilamente e sem medo. ⚠

Leia também: Eu joguei: Rise of the Tomb Raider (e me encantei novamente pela força da Lara)

Reprodução: Google

Lara Croft e o destino da humanidade

Mais uma vez o destino do mundo está nas mãos de Lara, porém dessa vez com um diferencial que poderá afundá-la em um buraco interno enorme: o Apocalipse Maia foi iniciado e a culpa está nas mãos de Lara que o ocasionou. As consequências são imediatamente colocadas à prova e com isso nossa protagonista deverá passar por cima de seus conflitos pessoais para enfim dar paz ao caos.

Por conta disso, Lara se vê como a responsável desse mal e pretende a todo custo reverter a situação ao mesmo tempo em que deseja acabar com a Trindade de uma vez por todas. A nossa personagem favorita transcende de uma jovem que busca pelo legado do pai para uma mulher adulta que anseia por vingança pessoal e pela mudança de suas ações.

Nisso Lara se torna uma mulher mais fechada, ainda mais centrada em seus objetivos, e extremamente brutal, matando quaisquer coisas que apareçam em sua frente, sejam humanos ou animais. Com Jonah ao lado dela, a dupla de amigos vai atrás de respostas e não sossega até encontrá-las.

Reprodução: Google

Uma Lara mais real, mais humana

A cada jogo estamos presenciando uma transformação pessoal em Lara. Antes, no anterior, ela buscava terminar o que o pai havia começado antes de ser assassinado; ela foi traída, subjugada e recebeu o impacto da verdade sobre o seu pai, isso lhe causando ainda mais tristeza e raiva.

Agora, em Shadow of the Tomb Raider, vemos uma Lara que sente culpa pelo desastre que desencadeou; uma Lara que erra, que se martiriza e que sofre com o que fez – e nós sofremos junto com ela. Um pouco amargurada, um pouco mais fechada, Lara tenta resolver tudo de forma solitária e justa, mas em seu caminho sempre aparecerão pessoas maravilhosas, prestativas e que irão mostrar para ela que a força em conjunto tem mais chances de vencer.

Reprodução: Google

Uma Lara como nós

Digo isso para exemplificar como a personagem está mais humana, mais perto de nós. A Lara tem um pedaço de cada um de nós, seja através de nossas inseguranças, ou de nossos erros, ou de nossos fracassos, ou de nossas culpas. A Lara carrega um peso nas costas desde que seu pai morreu e isso vem a moldando desde então, mas fica claro que o destino dela somente poderá ser trilhado e escolhido por ela mesma e cabe a Lara seguir o seu coração e se deixar viver cada momento ao lado dos novos conhecidos, das novas batalhas e do novo futuro.

E é por isso que Lara Croft continua sendo uma das melhores personagens femininas dos games, uma das mais bem desenvolvidas e construídas. Eu não cheguei a jogar os antigos, apenas tive contato com essa trilogia atual, mas através dela pude ver o quanto a Lara significa para o empoderamento feminino e para transmitir a coragem necessária para todas as jogadoras mulheres.

Sendo assim, ela se tornou uma das minhas maiores e melhores inspirações, pois sua determinação e coragem fazem dela uma mulher crível, humana e verdadeira, que tem cicatrizes, que chora, que erra, mas que não deixa os pormenores a abalarem. Lara é um excelente exemplo de como nós, mulheres, deveríamos nos sentir e como nós devemos transmitir para as nossas pequeninas.


Reprodução: Google

Novas culturas, novos mundos

Para finalizar gostaria de citar a beleza que esse jogo carrega. O anterior já estava bastante bonito, mas esse está ainda mais, principalmente por conta dos detalhes das tumbas que exploramos, dos novos lugares que encontramos e das novas cidades que visitamos.

Através desses novos mundos, sendo tudo novo para nós e também para a Lara, encontramos novas culturas e essa parte é incrível, pois podemos ver e presenciar como uma cidade escondida – e lendária – vive nas sombras, sem perder em nenhum momento o seu brilho e os seus costumes. Além, é claro, de sermos partes da revolução – e possível guerra – atual que está ocorrendo no local.

Acredito que até mesmo por isso passamos mais tempo dentro do jogo do que seria necessário, já que não é uma história tão longa assim. Queremos conversar com as pessoas, realizar as missões secundárias para ajudá-las e também parar um pouco para apenas observar a paisagem e sentir a paz de tais locais. São paisagens belas, incríveis e que nos dão vontade de adentrar o game e vivenciar cada parte da história ao lado da Lara.

Shadow of the Tomb Raider concluiu a trilogia de uma ótima forma, mostrando o desenvolvimento e crescimento da Lara ao longo dos anos e das aventuras. Confesso que já estou com saudades da Larinha e agora me vejo perdida sobre qual será a minha próxima personagem feminina para conhecer.

A minha experiência foi através do PlayStation 4, mas vocês conseguem encontrar o jogo em outras plataformas, só não vale ficar de braços cruzados e não correr atrás dessa trilogia, está bem? Independente se você já teve contato ou não com as histórias da Lara, a nova trilogia Tomb Raider se faz necessária para conhecer ótimos games de ação e aventura e para se apaixonar por uma protagonista forte e independente.


Faça sua compra na Amazon através do nosso link (clique aqui) e ajude o blog a manter-se ativo. Sem taxas ou inclusão de valores, você estará nos ajudando a continuar trazendo conteúdo.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Receba todas as nossas novidades:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *