Literatura

Resenha: “Medos Infantis” – Thaís Messora

Medos Infantis traz três contos curtinhos, de rápida leitura. Confesso que o que me chamou primeiro a atenção foi essa capa que achei incrivelmente bonita e assustadora.

Não conhecia a autora, mas vi nisso uma oportunidade para ler mais uma mulher dentro do gênero que tanto gosto. E me surpreendi. Agora, querendo ler tudo que a Thaís já escreveu ou ainda irá escrever.

Leia também: Dezessete Mortos, de Nikelen Witter

Título: Medos Infantis
Autora: Thaís Messora
Quantidade de páginas: 29
Editora Corvus
Gênero:
 Ficção / Suspense e Mistério / Terror
Ano: 2020
Skoob: Clique Aqui
Compre: Amazon
Minha classificação: ★★★★ (4/5)

O medo infantil que habita em todos nós

A coletânea Medos Infantis é composta por três contos curtos que abordam os medos mais íntimos e obscuros de algumas crianças, causando arrepios até mesmo em adultos. Com uma mescla do bizarro, do macabro e do real, a autora consegue brincar com os sentimentos dos leitores, nos mostrando que dá para sentir medo até das coisas mais banais e das que aparentam ser impossíveis de se acontecer.

Começamos com Os Bonecos do Papai, um conto onde acompanhamos Sofia, uma garotinha de apenas sete anos de idade. O pai da menina é um ventríloquo e está preparando um show de bonecos para dali alguns dias, sempre tendo a certeza que a sua esposa, mãe de Sofia, voltará para assisti-lo. Pode ter um desfecho meio previsível, mas isso não tira a sensação de medo e sufocamento, os quais sentimos junto com Sofia. É bizarro, assustador e nos deixa ainda mais com medo de bonecos.

Em seguida, há Não Deixe as Crianças Sozinhas, uma história muito boa que conseguiu me enganar direitinho – e eu adorei!. Aqui há a falsa segurança e o falso proteger, nos mostrando que nunca conhecemos o interior mais profundo de pessoas próximas. Aqui, temos o desaparecimento de crianças e uma mãe com medo de seus filhos serem os próximos.

Para fechar, Meninos São Assim Mesmo é basicamente sobre “brincadeiras de meninos”. Mas, claro, que dão muito, muito errado. A Bia está passando alguns dias na casa da tia, e por isso decide acompanhar os primos até a Casa da Bruxa. O desenvolvimento explora algo que ainda presenciamos com frequência em muitas famílias, como ao separarem as “obrigações” masculinas e ao relacionarem suas brincadeiras maldosas e agressões erroneamente com amor.


“Por mais irracional que fosse, o instinto de Sofia implorava para que ela corresse, que chamasse pela mãe. Ela precisava de alguém que a protegesse da cena que se desenrolava diante dela. Outra parte de Sofia, porém, sabia que não adiantava chamar, pois a mamãe não poderia socorrê-la.”

Reprodução: Biblioteca Pessoal

Medos Infantis assusta, surpreende e nos deixa ávidos por mais

Por mais que os três contos tragam um tema similar, que é o medo das crianças, ele não ficou enjoativo ou repetitivo. A autora conseguiu dosar bem isso e abordar formas diferentes em que o medo pode aparecer. Além, de ser uma leitura bem rápida.

Na verdade, o medo é colocado como da criança, mas somos nós que realmente ficamos com medo durante a leitura, pois as descrições sombrias, os personagens dúbios e a maldade humana das narrativas fazem com que o leitor se sinta incomodado e assustado, pensando em como isso pode realmente acontecer com ele ou com alguém próximo. São histórias fantasiosas, claro, mas que estão muito perto da realidade, e isso é o que mais assusta, mostrando que não é necessário nenhuma idade específica para sentir medo.

Ademais, eu gostei bastante dos contos, tanto é que já peguei no Kindle Unlimited outra obra da autora para ler. Gostei da forma como ela aborda o medo e como brinca com o leitor e sua narrativa também me agradou bastante. Já estou ansiosa para me aprofundar ainda mais em suas histórias!

Para quem gosta de leituras rápidas, mas que, mesmo assim, são impactantes, eu super recomendo esse livro. Mesmo lendo rápido, eu garanto que ao menos um pelo do seu corpo irá se arrepiar com o final de algum dos três contos. Eu, nesse caso, fiquei arrepiada nos três.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.