Literatura

Indicações: 5 HQs para ler e amar

Eu sou uma grande fã de história em quadrinhos, seja de super heróis, de personagens clássicos, de biografias ou de histórias inéditas. Eu adoro poder ver a mescla entre o visual e a escrita, constantemente achando nas HQs um trabalho primoroso e admirável, afinal está longe de ser fácil ou rápido.

A cada ano eu tento ler mais HQs, o que nem sempre é possível, pois sabemos que os preços às vezes são ainda mais exorbitantes do que dos livros. Mas, aos pouquinhos eu vou dando continuidade na minha coleção e apresentando para vocês histórias que devem ser apreciadas e recomendadas.

Hoje, separei cinco delas que eu gosto bastante, três sendo favoritas da vida, para dividir com vocês. Espero que gostem das indicações e que possam dar oportunidade ao menos para alguma nesse ano.

Leia também: Meus livros preferidos da Companhia das Letras

O Corvo
de James O’Barr

Eu me apaixonei por O Corvo na primeira vez em que assisti à adaptação de 1994, isso no início do ano passado. Tendo amado o filme, eu precisava ler a HQ e ter contato com o texto e personagens originais, uma experiência literária que não me decepcionou em nada, apenas intensificou o meu amor por essa história.

Sendo assim, me sinto na obrigação de sempre que posso indicá-la para os outros. Você não precisa gostar de terror e nem de HQs, especificamente, pois a história por si só já envolve o leitor em seus braços e o deixa conectado aos personagens, vivendo suas peles, sofrendo suas feridas e torcendo por uma vingança que, talvez, possa deixar a alma de nosso protagonista em paz.

De forma rápida, O Corvo conta a vida e a morte de Eric Draven, um rapaz que, junto com sua noiva, foi brutalmente assassinado. Como se para buscar uma possível paz após a sua morte, Eric volta para o mundo dos vivos para vingar o assassinato de sua amada ao mesmo tempo que tenta encontrar uma maneira de superar a culpa que sente.

Com uma arte pesada, James O’Barr traz muitas vezes características biográficas de sua própria tragédia pessoal. A ambientação é gótica, estilo anos 80 – época em que foi escrita -, e aborda, acima da vingança, temas como o luto, a dor da perda e a culpa. Você pode ler a resenha completa neste link.

Beladona
de Ana Recalde e Denis Mello

Que eu adoro uma HQ de terror, acho que todo mundo já sabe, não é? Então imaginem a minha felicidade quando encontro HQs nacionais de terror e que, ainda por cima, me conquistam do início ao fim, sendo Beladona um desses casos deliciosos.

Em Beladona iremos conhecer a Samantha, uma adolescente que tem pesadelos vívidos desde os sete anos de idade. Ninguém consegue ajudá-la ou entendê-la, a não ser um garoto que Samantha conhece em seus pesadelos, mas que é tão real como a própria protagonista.

Nesta HQ, com tons arroxeados, entraremos a fundo na mente de Samantha, conhecendo assim os seus piores medos e maiores desejos. Mas não apenas isso. Com Samantha eu pude me identificar, me ver na personagem e ver outras mulheres também. São medos críveis, reais, e por isso a HQ acaba sendo tão assustadora para nós. Você pode ler a resenha completa neste link.

Daytripper
de Fábio Moon e Gabriel Bá

Assim como O Corvo, Daytripper também está entre as minhas HQs preferidas. Eu a li em 2019, mas já sinto que é um ótimo momento para fazer uma releitura e aproveitar para procurar por mais trabalhos dos irmãos Fábio Moon e Gabriel Bá.

Daytripper vai falar sobre a idealização dos sonhos e sobre o que estamos fazendo para alcançá-los. Sendo um belo de um tapa na cara, a graphic novel traz um protagonista de fácil identificação. Brás de Oliva Domingos tem seus medos, seus receios e suas falhas; ele precisa se revelar, abraçar a liberdade e se encontrar. Brás é gente como a gente, e talvez sua história seja o empurrão que muitas pessoas necessitam para finalmente seguir a vida e os sonhos que almeja.

Se quiser, leia a resenha com a minha opinião completa aqui neste post.


As Empoderadas
de Germana Viana

As Empoderadas é aquele tipo de HQ que ganha nosso coração logo nas primeiras páginas, trazendo protagonistas carismáticas, bem desenvolvidas e com características próprias. Essas três mulheres, tão diferentes entre si, iniciam uma amizade após, inesperadamente, cada uma delas ganhar um tipo de poder, fazendo com que esse momento sirva de união, companheirismo e muito girl power para elas.

Com isso, elas decidem se juntar e combater o mal. Mas é claro que suas aventuras não ficarão apenas nisso, já que o vilão principal é muito mais grotesco e repugnante do que os seus poderes podem afirmar: ele é um homem machista e sexista que se utiliza de discursos horrendos para fazer com que as mulheres se diminuam e se desacreditem em si mesmas. Até parece com os “vilões” que encontramos na vida real, né?

Entretanto a única ressalva que eu tenho é nunca ter tido o volume 2 dessa HQ em minhas mãos. O final me deixou boquiaberta e ansiosa para o que poderia acontecer a seguir, mas, infelizmente, até o momento ainda não foi publicado a continuação. Mesmo assim, ainda a recomendo por ser tão atual e gostosinha de ler. Tem resenha dela aqui no blog.

Delirium Tremens de Edgar Allan Poe
de Vários autores

Para fechar o post, mais um favorito da minha vida, agora com uma releitura de contos de Edgar Allan Poe feita por artistas e roteiristas brasileiros. Aqui a arte é essencial para transmitir a sensação de loucura e incômodo dos contos originais, sendo também fundamental para a estética visual e arrebatadora dessa graphic novel.

Não é necessário que você conheça cada conto que ali foi adaptado, mas aconselho que tente mesclar a experiência da HQ com a de leitura do Poe, pois assim você conseguirá afundar ainda mais no meio desse caos e se deixará ser levada sem muito impedimento. Caso já conheça os contos do autor clássico ou, talvez, não tenha tido uma experiência positiva com a escrita do Poe, não deixe isso te afastar da HQ Delirium Tremens de Edgar Allan Poe, pois garanto que não há como não ser conquistada – ou amedrontada ou, até mesmo, sugada – por suas páginas.

Eu já falei dela por aqui neste post de resenha e, inclusive, inclui algumas imagens da parte de dentro.

Eu leio bastante HQs e graphic novels, mesmo sendo menos do que eu ainda gostaria, e por isso tenho bastante indicação interessante para trazer de volta para vocês. As HQs são ótimas para nos tirar de ressacas literárias, pois sendo visuais acabam nos fisgando com facilidade e fluindo muito bem.

Inclusive essas que indiquei também são ótimas para começar a ler o gênero, para aqueles que têm vontade, mas sempre ficam confusos de qual será o seu primeiro contato. Entre elas acredito que há para todos os gostos: terror, drama e fantasia.

Mas eu gostaria de saber de vocês: gostaram das indicações? Gostariam de uma parte 2 desse tipo de post? E, não menos importante, gostariam de um especial só sobre terror? Aproveita e também me indica nos comentários qual é a sua HQ preferida.


Faça sua compra na Amazon através do nosso link (clique aqui) e ajude o blog a manter-se ativo. Sem taxas ou inclusão de valores, você estará nos ajudando a continuar trazendo conteúdo.


💻 Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest

Receba todas as nossas novidades:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *